BIOGRAFIA

Nilson Pimenta

1956, Caravelas | BA - Brasil

2017, Cuiabá | MS - Brasil

Migrante com a família para o Mato Grosso aos seis anos de idade, Nilson passa a meninice na roça. Desse tempo escreve Aline Figueiredo: “Os campos da Barra do Garças, Brasilândia, Finca-Faca, Irenópolis e Jaciara o viram crescer plantando arroz, feijão, milho, amendoim e mandioca em terra de toco, apenas desmatada e não mecanizada.” Datam daí os primeiros ensaios de desenho no chão, em cancela, onde desse. Percorreu várias localidades trabalhando como peão, lavrador e cortador de cana, antes de ir morar em Cuiabá, em 1978.

Começou a desenhar com lápis de cor no mesmo ano e só entrou em contato com as tintas em 1980. O encontro com a pintura levou-o a trabalhar como guarda-vigilante e depois como supervisor do Ateliê Livre da Universidade Federal de Mato Grosso. A imersão da figura humana na sua paisagem de inconfundível grafismo, nos anos 1980 e 1990, não impede que a cor forme com este uma trama cerrada, em que predominam azuis, e verdes, e marrons. Seu trabalho é movimentado por uma crispação dramática, e seu olhar, contemporâneo e ágil nos temas que representa, pode ir desde um casamento no Pantanal até os crimes em série do “motoboy” paulistano. Participou da Bienal Naïfs do Brasil (1988 e 2000) e da “Mostra do Redescobrimento” Brasil 500 (2000). Em 1996, começou a experimentar a escultura.

Fonte: Pequeno Dicionário do Povo Brasileiro, século XX | Lélia Coelho Frota – Aeroplano, 2005

CV

Exposições Individuais:


1996 12 Telas, na Antiga Residência do Governador, Cuiabá, MT, Brasil


1995 Individual, no Infam, Cuiabá, MT, Brasil


1994 Grande Sarau Cuiabano, no Global Garden Hotel, Cuiabá, MT, Brasil


1991 Individual, na Itau galeria, Campo Grande, MS, Brasil 


1990 Individual, na Galeria de Arte Pádua, Cuiabá, MT, Brasil


1987 Individual, na Fundação Cultural de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil


1987 Individual, no Museu Mato Grossense de Arte Contemporânea, Cuiabá, MT, Brasil


1986 Individual, na Fundação Cultural de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil


1984 Individual, na Casa Grande Galeria de Arte, Cuiabá, MT, Brasil


1984 Cenas da roça, situações do pantanal, na Casa Grande Galeria de Arte, Goiânia, GO, Brasil


1983 Cenas da roça, no Áurea Palace Hotel, Cuiabá, MT, Brasil


1983 Pequenas e grandes obras, na Fundação Cultural de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil


1981 Individual, no Museu de Arte e Cultura Popular da UFMT, Cuiabá, MT, Brasil


 


Exposições Coletivas:


2002 6ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc, Piracicaba, SP, Brasil


2002 Ópera Aberta: celebração, na Casa das Rosas, São Paulo, SP, Brasil 


2002 Pop Brasil: a arte popular e o popular na arte, no CCBB, São Paulo, SP, Brasil 


2001 Forma e Cor como Luz nos Naïfs, na Galeria Itaú Cultural, Brasília, DF, Brasil


2001 Forma-e-Cor como Luz nos Naïfs, na Galeria Itaú Cutural, Penápolis, SP, Brasil 


2001 Cultura Brasileira 1, na Casa das Rosas, São Paulo, SP, Brasil 


2000 5ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc - prêmio aquisição, Piracicaba, SP, Brasil 


2000 Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento. Arte Popular, na Fundação Bienal, São Paulo, SP, Brasil


2000 Arte Popular Brasileira, na Galeria Brasiliana, São Paulo, SP, Brasil 


1998 4ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc, Piracicaba, SP, Brasil 


1997 3º Salão Unama de pequenos formatos, na Galeria de Arte da Unama, Belém, PA, Brasil


1997 Mostra Coletiva, no Centro de Arte Primitiva de Brasília, Brasília, DF, Brasil 


1997 5º Salão Nacional Victor Meirelles, no Masc/Fundação Catarinense de Cultura, Florianópolis, SC, Brasil


1996 3ª Bienal Naifs do Brasil, no Sesc, Piracicaba, SP, Brasil 


1996 Mostra de Artes Plásticas, no Sesc Pompéia, São Paulo, SP, Brasil 


1995 3º Salão Nacional Victor Meirelles, no Masc, Florianópolis, SC, Brasil 


1995 Mostra do Atelier Livre, na UFMT, Rondonópolis, MT, Brasil 


1995 O Divino na Visão, no Sesc/SP - mostra itinerante, São Paulo, SP, Brasil


1994 Bienal Brasileira de Arte, no Sesc, Araçatuba, SP, Brasil


1994 Mostra de Arte Mato-grossense, no Palácio da Instrução, Cuiabá, MT, Brasil


1994 2ª Bienal Brasileira de Arte Naif, no Sesc, Piracicaba, SP, Brasil


1993 13º Salão Jovem Arte Mato-grossense, na Fundação Cultural, Cuiabá, MT, Brasil


1992 Coletiva, no Centro de Arte Primitiva de Brasília, Brasília, DF, Brasil


1992 Artistas Convidados, na Galeria do Banco do Brasil, Campo Grande, MS, Brasil 


1992 49º Salão Paranaense, no MAC/PR - referência especial, Curitiba, PR, Brasil


1991 Feira de Arte Cuiabana, no Instituto Cuiabano de Educação, Cuiabá, MT, Brasil


1991 48º Salão Paranaense, no MAC/PR, Curitiba, PR, Brasil


1990 2ª Mostra Arte da Terra, no Tênis Clube, Cuiabá, MT, Brasil


1990 Semana de Arte, no Hotel Eldorado, Cuiabá, MT, Brasil


1989 1º Salão Matogrossense de Artes Plásticas, na Fundação Cultural de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil


1989 Momento da República na Arte Mato-grossense, na UFMT, Cuiabá, MT, Brasil


1988 Por uma Identidade Ameríndia, Assunção, Paraguai 


1988 6º Salão de Artes Plásticas de Mato Grosso do Sul, na Fundação Cultural - prêmio aquisição, Campo Grande, MS, Brasil 


1988 Aqua Agustica, na UFMT, Cuiabá, MT, Brasil 


1988 Negra Sensibilidade, no Museu de Arte e Cultura Popular da UFMT, Cuiabá, MT, Brasil 


1988 Por uma Identidade Ameríndia, La Paz, Bolívia


1988 Referências Pantaneiras na Pintura de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Solar Grandjean Montigny, Rio de Janeiro, RJ, Brasil 


1988 Referências Pantaneiras na Pintura de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Paço das Artes, São Paulo, SP, Brasil


1987 6º Salão de Artes Plásticas do Mato Grosso do Sul. Por uma Identidade Ameríndia - premiado, Campo Grande, MS, Brasil 


1987 40º Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco, na Galeria Metropolitana Aloísio Magalhães, Recife, PE, Brasil 


1987 5º Salão de Arte Contemporânea, na Pinacoteca do Estado, São Paulo, SP, Brasil 


1986 9º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAB, Brasília, DF, Brasil


1986 43º Salão Paranaense, no MAC/PR, Curitiba, PR, Brasil


1986 39º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco, no Museu do Estado, Recife, PE, Brasil


1986 Arte como forma de conhecimento, na Faap, São Paulo, SP, Brasil


1986 Coletiva, na Galeria de Arte e Pesquisa da UFES, Vitória, ES, Brasil


1985 Arte na Rua, nos murais de Cuiabá - prêmio de melhor mural, Cuiabá, MT, Brasil


1985 10 Pintores Matogrossenses, La Paz, Bolívia


1985 7º Salão de Artes Plásticas, na Pinacoteca do Palácio da Cultura Dr. Pedro Furquim - menção honrosa, Presidente Prudente, SP, Brasil


1985 8º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ - premiado, Rio de Janeiro, RJ, Brasil


1985 3º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal, São Paulo, SP, Brasil 


1985 Mato Grosso - Luz das Águas, no saguão do Aeroporto Marechal Rondon, Várzea Grande, MT, Brasil


1984 Coletiva, na Casa da Cultura, Cuiabá, MT, Brasil


1984 7º Salão Nacional de Artes Plásticas, Fortaleza, CE, Brasil


1984 Salão Centro Oeste de Artes Plásticas, no Bosque dos Buritis - prêmio aquisição, Goiânia, GO, Brasil


1984 6º Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente, no Palácio da Cultura - menção honrosa, Presidente Prudente, SP, Brasil 


1984 7º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil


1983 2ª Mostra Nacional de Pintura Popular, no Sesc, Bauru, SP, Brasil


1983 Coletiva do Atelier Livre, na Biblioteca da UFMT, Cuiabá, MT, Brasil


1983 6º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ - premiado, Rio de Janeiro, RJ, Brasil


1982 3º Salão de Artes Plásticas de Assis - prêmio aquisição, Assis, SP, Brasil


1982 Salão da Prefeitura Municipal de Assis - prêmio aquisição, Assis, SP, Brasil


1982 Os meninos pintores do Pedregal, na Biblioteca da UFMT, Cuiabá, MT, Brasil


1982 Ingênua e Primitiva, no Sesc - prêmio de intenção, Piracicaba, SP, Brasil 


1982 5º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil


1982 O Brasil visto pelos pintores populares de Mato Grosso, no Masp, São Paulo, SP, Brasil


1982 O Trabalho na Pintura Popular, no Museu da Casa Brasileira, São Paulo, SP, Brasil


1981 Brasil-Cuiabá: pintura cabocla, na Fundação Cultural de Brasília, Brasília, DF, Brasil 


1981 5º Salão Jovem Arte Mato-Grossense - grande prêmio, Cuiabá, MT, Brasil


1981 Salão Regional de Arte da Prefeitura de Goiânia, no Centro de Cultura do Bosque dos Buritis - premiado, Goiânia, GO, Brasil


1981 Brasil-Cuiabá: pintura cabocla, no MAM/RJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil


1981 Brasil-Cuiabá: pintura cabocla, no MAM/SP, São Paulo, SP, Brasil


1981 Coletiva, na Galeria Brasiliana, São Paulo, SP, Brasil


1980 Artistas Mato-grossenses Hoje, no Museu de Arte e Cultura Popular da UFMT, Cuiabá, MT, Brasil


1980 Primitivos de Mato Grosso, no Masp, São Paulo, SP, Brasil


 


Coleções Públicas:


Fondation Cartier pour l`art contemporain, Paris, França


 


Publicações Selecionadas:


2012 Histoires de Voir - Show and Tell, Fondation Cartier pour l’Art Contemporain, Editoriale Bortolazzi-Stei


2012 Teimosia da imaginação: Dez artistas brasileiros, Maria Lucia Montes, Martins Fontes, São Paulo, SP, Brasil

EXPOSIÇÕES

encerrado

Histoires de Voir – Show and Tell | 2012

15.05.2012 - 21.10.2012

VIDEOS

Nilson Pimenta
Artista fala sobre sua história e seu processo criativo....
Entrevista